quinta-feira, 27 de outubro de 2016

"The Magicians"

Boa tarde, galera!
Nosso assunto de hoje é a série "The Magicians", que estreou em janeiro pelo canal Syfy, e me chamou bastante atenção.


Pra começar, é uma série adaptada do livro de Lev Grossman, no Brasil publicado como "Os magos".

Conta a história de Quentin Coldwater, um jovem que está para entrar na faculdade, mas que tem depressão e nunca se sentiu parte da sociedade normal. No dia que ele deveria fazer a entrevista para a faculdade, ele acaba entrando sem saber como, na Universidade mágica (e secreta) de Brakebills para fazer um teste de aptidão e é aceito lá.
Com isso, ele percebe o porque de ter sempre sentido que não pertencia a nada, e o motivo de gostar tanto de ficção e magia. Ele faz de tudo para continuar dentro da universidade, mas é claro que sempre tem algo que irá atrapalhar essa chance de construir algo, em que ele acredita e que faz com que ele finalmente sinta que pertence à algum lugar.

Infelizmente eu não tive oportunidade de ler o livro antes da estreia da série, mas outro ponto que fez com que eu quisesse acompanhar, foi a comparação com a nossa amada série Harry Potter. E já que desde que consigo me lembrar gosto de ficção e magia, não perdi tempo em acompanhar.



Em sua primeira temporada, conta com 13 episódios que já estão sendo exibidos no Brasil pelo canal SyFy e foi renovada para sua segunda temporada até o momento (Outubro/2016) sem previsão de estreia.
Recomendo o site da série, que está cheio de coisas interessantes sobre o universo de The Magicians, além de disponibilizar os episódios (em inglês), e principalmente, há o site da faculdade de Brakebills, que nos imerge ainda mais nesse mundo.

http://www.brakebillsu.com/
http://www.syfy.com/themagicians

Bom galera, espero que tenham curtida a indicação de hoje.
Beijos e até a próxima!

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Instantes

Hoje não é indicação de músicas, livros ou séries. 
Escrevi esse texto, durante uma conversa sobre onde está a esperança no mundo, e pelo menos para mim, a esperança está nos pequenos detalhes que a vida nos dá, mas estamos ocupados demais para apreciar. Espero que gostem do texto, e que no dia que se segue, lembre-se de parar para apreciar a vida um pouco.


Vamos voltar no tempo.
Vamos nos perder novamente entre pequenos momentos,
Os momentos felizes em que, sorrindo um para outro, sem saber o motivo simplesmente estávamos felizes.
Felizes por estarmos juntos, por nos sentirmos vivos, por deixar a música fluir por todo o nosso ser.
Volte, até o momento que você se sentiu infinito.
Essa memória vive apenas em nós, mas é algo que para sempre carregaremos, como uma linda fotografia tirada no momento certo em nossas cabeças.
Pegue minha mão, o momento não irá voltar, mas a vida é muito longa e ao mesmo tempo muito curta para nos prendermos a um único instante que já se foi e nem percebemos.
Num ímpeto, vamos até a frente do palco, dançar, curtir a música, nos abraçar, nos perder novamente num instante, pois ele não irá se repetir.
E assim, dia após dia, apenas aproveitar os pequenos momentos da vida, que muito é, mas não damos a ela a devida atenção.


segunda-feira, 3 de outubro de 2016

O Senhor dos Ladrões

Boa tarde e bom início de mês para todos!
Para começar bem o mês, quero falar do livro "O Senhor dos Ladrões" da autora Cornelia Funke!

Resultado de imagem para o senhor dos ladrões livro
A história se passa em Veneza e tem como personagens principais Próspero e Bonifácio (Bo) que após a morte da mãe fugiram de sua tia Esther que queria separá-los, para ir até Veneza, lugar que sua mãe sempre amou.
Lá, conhecem Vespa, Riccio, Mosca e Scipio, o "Senhor dos Ladrões". Como todos são órfãos eles se escondem num antigo cinema desativado, o Stella, e sobrevivem de vender coisas roubadas para Barbarossa, dono de um antiquário.
Mas Esther consegue seguir a pista de Próspero e Bo até Veneza, e contrata Victor Getz, detetive particular, para encontrar as crianças que há semanas estavam em Veneza sozinhas.
Assim, após Próspero e Riccio venderem alguns objetos para Barbarossa, este os avisa que um cliente está procurando alguém para roubar um objeto e que será bem pago e diz a eles para avisar o Senhor dos Ladrões sobre o trabalho. Saindo da loja, Victor esbarra em Próspero que percebe que está sendo observado de modo estranho por aquele homem e decide fugir. Quando Riccio vê o rosto do homem ele se lembra que é o detetive que um tempo atrás estava perseguindo-o por ter roubado uma carteira.
Agora Victor tem certeza de que as crianças que está procurando estão em Veneza, e seu plano é esperar na praça de São Marcos que é um ponto onde todos passam pelo menos uma vez ao dia.
O cliente de Barbarossa quer se encontrar com o Senhor dos Ladrões dentro da Basílica de São Marcos e assim eles se dirigem até lá, o que faz com que Victor visse Próspero e Bo. O trabalho é para o Conde, e ele quer roubar uma asa de madeira, que está na casa de uma mulher chamada Ida Spavento.
Ele aceita o trabalho, e ao sair da Basílica, Próspero percebe que Bo está conversando com um estranho que ao percebe-lo dá um jeito de sumir na multidão. Infelizmente, Bo havia comentado com Victor que morava num cinema desativado junto com os amigos, o que deu chance ao detetive de encontrá-los.
Eles decidem realizar o roubo e entram na casa de Ida para procurar a asa, mas não esperavam que ela chegasse em casa e surpreendesse-os durante a busca. Ao saber o que ele queriam ela acaba contando uma história sobre a asa. Ela pertence ao leão do carrossel das Irmãs de Caridade, um orfanato na cidade, e diziam que o carrossel era mágico. Ele havia sido roubado do orfanato há muito tempo e durante o roubo a asa acabou quebrando e ficando no orfanato. Quando Ida a achou, uma das Irmãs contou para ela a história e lhe deu a asa. Curiosa para saber onde estava o restante do carrossel, ela permite que as crianças entreguem a asa para o Conde, mas ela iria junto e depois o seguiriam.

Bem, já entreguei alguns spoilers, mas assim fica mais fácil de entender a base da história! 

O livro foi adaptado em 2006, com Aaron Johnson (que estrelou Kick-Ass e interpretou Pietro Maximoff em Os Vingadores: Era de Ultron) Jasper Harris e Rollo Weeks, e tirando alguns detalhes e acréscimos é uma das adaptações mais fiéis que eu vi nos últimos tempos. Confere o trailer:
                                                                             
Cornelia escreve livros infanto-juvenil e um dos traços mais marcantes em sua obra, é a criação de personagens simples e ao mesmo tempo complexos. Retrata bem a inocência de uma criança perante ao mundo e o poder que as crianças tem de se adaptar as mais diversas situações. Além disso, "O Senhor dos Ladrões" tem um toque de magia/fantasia que complementa a história mas não desvia a atenção da ideia central do livro.

Enfim, é isso galera! 
Curta e compartilhe que ajuda bastante o blog a crescer!
Beijos e abraços a todos! :D